JIC: Vai, luta, conecta e comunica!

Estaremos no ATL 2022.

Somos, jovens indígenas guerreiros(as), que buscam uma vida melhor e digna, com a demarcação das terras - sem terra não há vida, que querem ter vez e voz e mais espaço em vários setores dentro da sociedade, sofrem muito por conta do preconceito, não querem aceitar o que somos, mas justamente por isso, devemos ter voz ativa e se impor mais em determinadas situações.

Credencial
Credenciais e carregadores portáteis. Alguns dos suportes disponíveis para os jovens.

Concluímos que a JIC mostrará a tamanha importância dos jovens dentro do movimento, a juventude indígena de todo Estado irá apresentar, através dos meios de comunicação, as vivências e as culturas de cada povo e de cada aldeia, sempre honrando e zelando o legado desenvolvido por cada tronco velho e entendendo que eles são insubstituíveis, mas o nosso papel enquanto juventude é dar continuidade no que cada um e cada uma deixa.

A JIC irá mostrar e concretizar quem somos, para que estamos aqui e o que queremos aqui: somos seres, queremos uma vida digna, que seja respeitada por todos e todas seja qual for sua ideologia ou segmento.

Portanto, nós, da Juventude Indígena Conectada, estamos apresentando uma nova ferramenta de comunicação social, nos fortalecendo mentalmente e espiritualmente para darmos continuidade às nossas vivências, influenciando em novos hábitos, reunindo os povos para viver em um só, trazendo consigo uma troca de conhecimentos e nos avivando a continuar na luta por nossos direitos.

“Eu vou à luta com essa juventude!”